Dark Kitchen a nova tendência

Food Service

Se você se liga nas tendências do setor de food service, certamente, já ouviu falar em “dark kitchen“. Esse novo tipo de estabelecimento de serviço de alimentação está aumentando em popularidade. 

A tendência está atraindo mais e mais donos de restaurantes e modelo de atendimento tradicional, para concentra-se apenas no delivery.

Se você quer saber mais sobre o que são “dark kitchens”, como elas funcionam e se se serão um sucesso, continue lendo.

O que é uma dark kitchen?

“Dark kitchen”, também conhecida como restaurante fantasma, ou restaurante virtual ou ainda, ghost restaurant, é um estabelecimento de serviço de alimentação que oferece apenas comida para viagem.

Em outras palavras, essas empresas não têm sala de jantar. É um negócio apenas de entregas e está estreitamente alinhado com os novos serviços de entrega de comida online.

Esses restaurantes fantasmas não têm uma loja, de modo que os clientes não podem comprar seus alimentos pessoalmente. As “dark kitchens” entregam comida diretamente aos seus clientes, muitas vezes através do uso de serviços de entrega terceirizados.

Um grupo de restaurantes diferentes pode operar na mesma “dark kitchen” compartilhada, com o objetivo de cozinhar alimentos puramente para delivery.

Por que a “dark kitchen” é uma tendência?

Para que uma ideia se torne tendência, é preciso que haja vantagens reais, independente do setor.

No caso da “dark kitchen” ou cozinhas fantasmas, a principal vantagem é o custo. Sem uma sala de jantar, o custo operacional é menor, não havendo garçons e outras despesas relativas ao salão.

Além disso, as cozinhas fantasmas não precisam se preocupar tanto com sua localização física quanto com um restaurante tradicional. Elas podem estar localizadas em áreas de aluguel baixos e espaços menores, economizando ainda mais.

Outro ponto é que a “dark kitchen” pode ser compartilhada por vários restaurantes, de redes diversas, o que torna a operação de entrega via aplicativo, muito mais eficiente e econômica.

O conceito de “dark kitchen” também permite que os operadores experimentem a combinação de vários tipos de culinária em uma única operação de cozinha.

Assim, embora a redução de custos seja uma grande vantagem, talvez o verdadeiro impulsionador seja o crescimento previsto do mercado de entrega on-line. Embora várias fontes relatem números diferentes, uma coisa que todas elas concordam é que o mercado de entrega de alimentos está crescendo rapidamente.

Sucesso à vista

Como as cozinhas fantasmas não possuem área de sala de jantar, elas têm volume e eficiência de produção muito maiores do que um típico restaurante. Desta forma, o conceito de “dark kitchen” veio para ficar.

Nos mercados de mão-de-obra alta, os restaurantes fantasmas podem reduzir o preço das refeições, e no fim das contas, a conveniência sempre vencerá.

Em entrevista dada para a revista Forbes, em 28/01/19, Martti Paatela, da Epic Foods, uma empresa nórdica de entrega de comida e restaurante fantasma, explica: “Cozinhar diariamente é uma tarefa obrigatória que muitas pessoas detestam. Ao melhorar toda a cadeia de valor dos alimentos, podemos fornecer melhores escolhas para uma alimentação saudável todos os dias. Eventualmente, os restaurantes fantasmas começarão a substituir as cozinhas domésticas “.

Com este prognóstico tão positivo, combinado com o crescimento do serviço de delivery de alimentos, é certo que, em breve, “dark kitchens” ou restaurantes fantasmas serão bastante comuns aqui no Brasil.

A embalagem na “dark kitchen”

Sim, pensar em otimizar os processos de delivery de comida, inevitavelmente, nos leva a pensar na embalagem adequada para essa tendência.

Embalagens seguras, seladas à máquina ou com travas de segurança são essenciais para ajudar a construir a confiança do cliente de que seus alimentos são entregues de maneira segura e não contaminada.

Assim, para que a “dark kitchen” opere de forma eficiente, as embalagens além de adequadas ao tipo de comida, deverão atender à legislação local. A proibição de uso de embalagens descartáveis plásticas está se espalhando pelo país e mundo afora.

O apelo de sustentabilidade do meio ambiente é fator determinante, posto que as novas gerações estão ecologicamente mais conscientes.

Fonte: Scuadra

Leia a notícia na íntegra. Clique aqui.