Tendências para o comércio online até 2021

Tendências para o comércio online até 2021

Levantamento feito pelo Forrester Research a pedido do Google indica perspectivas para o setor nos próximos anos

Tendências para o comércio online até 2021

Tendências para o comércio online até 2021

Se você pensa em investir no comércio digital, os próximos anos oferecem boas perspectivas e oportunidades de negócio. Pesquisa realizada pelo Forrester Research a pedido do Google mostra que as vendas realizadas pela internet irão dobrar até 2021, numa média de crescimento de 12,4% ao ano.
Em cinco anos, o impacto da web no varejo deve crescer mais de 70%, chegando a 42% de todas as vendas, o que representa R$ 365 bilhões (desconsiderando o comércio de alimentos e bebidas).

Confira algumas tendências para o comércio digital nos próximos anos:

Mais pessoas comprando
Nos próximos cinco anos, mais 27 milhões de pessoas irão realizar a primeira compra pela internet, o que totalizará 67,4 milhões de consumidores online (e-shoppers). O número representará 44% do total de internautas.

Os setores mais promissores
O levantamento avaliou catorze categorias do varejo, como roupas, móveis, cosméticos, livros, eletroportáteis, artigos e roupas esportivas, televisores, computadores e periféricos e alimentos e bebidas.

Algumas dessas categorias, entretanto, devem crescer acima da média nos próximos anos. São elas: artigos e roupas esportivas (17%), livros (17%) e roupas e beleza (15%).

Vendas pelo celular
A relevância cada vez maior do comércio mobile também foi abordada pelo levantamento. Hoje, 30% dos internautas só podem ser alcançados pelo mobile, pois não acessam internet por meio de outros dispositivos, número que só deve crescer. Até o final de 2016, 19% das vendas de e-commerce devem ocorrer por meio de dispositivos móveis, movimentando R$ 9 bilhões. Em 2021, a participação da categoria pulará para 41%, correspondente a R$ 35 bilhlões.

Clientes multicanal
O estudo descobriu que os clientes brasileiros que estão envolvidos em todos os canais das marcas (aplicativo, site e espaço físico) gastam 40% a mais do que os que se utilizam de apenas um canal. Isso indica uma tendência de investimento maior na construção de iniciativas voltadas para esse tipo de consumidor.

Razões para o crescimento do comércio digital
Estão entre os motivos para o aumento das vendas online, de acordo com o levantamento, a maior confiança do consumidor e a possível volta do consumo das famílias, a ascensão de marketplaces (site onde várias empresas podem vender produtos) e mais consumidores ativos.

 

 

 

Fonte: Pequenas Empresas Grandes Negócios

Tendências para o comércio online até 2021
5 (100%) 3 votos